O FIM DE UMA ERA CRIATIVA

Por Alvaro Luiz Matos

7 de março de 2013

Por: AlvaroLuizMatos - @AlvaroLuizMatos
SPOILERS ABAIXO:
Muitas séries como 30 Rock e The Oficce perderam a mão durante os anos. Mesmo tendo um início criativo, ambas as séries se deterioraram com os anos, e isso é mais comum do que pensamos.

Chuck se encerrou no início do ano passado com um surpreendente final. No próximo mês veremosi Spartacus chegar ao final com uma temporada impressionantemente intocável. How I Met Your Mother já teve sua última temporada confirmada e agora foi à hora de Dexter ter o anúncio oficial.
Essas quatro são sem duvidas as minhas séries favoritas e como podem ver daqui a pouco tempo irei ficar órfão de todas.


Dexter, apesar da melhora, já deveria ter seu final repensado há alguns anos e se encerrado ainda quando nos surpreendia. Spartacus mesmo após vários problemas com elenco vem se mostrando uma série metricamente perfeita e HIMYM mesmo longa vem de uma temporada passada sensacional, um início de temporada fraco e agora segue um bom ritmo novamente após a confirmação de que a próxima será a última.
Não posso definir se esse é o reinício ou o final de uma era criativa na televisão americana, mas o fato é que das diversas séries lançadas ano após ano, pouquíssimas conseguem se destacar e mostrar um roteiro de qualidade.


Não vejo o encerramento de algumas séries como prejudicial. Acredito apenas que elas deveriam ser programadas para ter início, meio e fim. A mania mundial de se definir pelo dinheiro e pela a audiência faz com que muitas séries passem do ponto e se encerrem deterioradas.
Não posso ficar sem citar os recentes finais de House, Fringe e outras tantas mais ou menos famosas. A questão é? As séries de qualidade deviam acabar enquanto estão por cima ou após seu declínio criativo? A resposta é fácil, mas vale refletir.

Twitter @SeriesEmFocoWebRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Facebook: SériesEmFoco

Veja a promo de DEXTER e a nova série da SHOWTIME Ray Donavam:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
1 Comentário(s)