THE FOLLOWING – S01E08: WELCOME HOME

Por Alvaro Luiz Matos

14 de março de 2013

Por: Thamara Ribeiro - @Thamara_trs
SPOILERS ABAIXO:
Voltei! E como eu imaginei temos acontecimentos mais interessantes agora para discutir, vamos lá!

Antes de tudo quero deixar claro que as cenas boas ficaram por conta de Joe e sua seita, do lado de Ryan e o FBI não houve muita besteira (nada além do normal haha), mas no quesito emoção ficaram um pouco abaixo do rival.

A série agora entrou para uma segunda fase e está seguindo uma linha que tem me chamado mais atenção. Como Joe disse no episódio passado, essa agora é segunda parte do livro. Não dá para imaginar ainda exatamente como será, mas pelo que foi mostrado imagino que ele queira viver com sua família, é isso aí, parece que Joe está querendo trazer Claire para morar junto com ele, Joey e aquelas pessoas aterrorizantes naquela casa enorme. Coisa de louco mesmo.
No lado do FBI ainda não vi nenhuma mudança boa, a única foi a chegada do detetive Nikki que tem atrapalhado um pouquinho os planos de Ryan e sua trupe, coisas desnecessárias, eu to achando que ele não está do lado certo afinal ele indiretamente mandou Weston para a morte.

Esse episódio teve algumas partes que eu creio que posso chamar de pontos altos do episódio, como por exemplo o sequestro de Weston. Achei bem legal aquele joguinho que fizeram com ele, rs foi diferente e a série está mesmo precisando de uma balançada para fugir da mesmice.
Só que mais uma vez foi exposta a deficiência da polícia em lutar, desarmar o oponente, se proteger e principalmente pensar! Entrementes, eu não pretendo acabar com a graça do episódio falando sobre isso.

Outro ponto forte foi a morte do ex-soldado seguidor de Joe. Essa cena foi a melhor. Rolou emoção, expectativa, posso dizer que foi uma morte doce porque sinceramente foi bonita. O cara estava ali se dando de presente para o assassino master, é uma coisa que você precisa entender a profundidade do que estava em jogo para poder sentir a beleza da cena. Todo o clima, o ambiente, o silêncio dos demais, o diálogo dos dois e o sentimento de devoção do ex-soldado para com Joe proporcionaram isso à cena.

Muito bom. Porém doentio.
Para fechar com chave de ouro, e dessa vez não estou sendo irônica, duas cenas aconteceram ao mesmo tempo. Uma que sabíamos que seria inevitável (Joe e Emma) e a outra um tanto violenta demonstrando que amor e ódio podem conviver juntos hehe. O que, aliás, é o que há em todos da seita, mas que foi muito bem mostrado nessa cena protagonizada por Louise e Roderick.

Cenas fortes que a série deveria abusar mais nos episódios seguintes. Aconselho!

Twitter @SeriesEmFocoWebRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Facebook: SériesEmFoco

Veja a promo do próximo episódio:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
5 Comentário(s)