PRIMEIRAS IMPRESSÕES - THE CARRIE DIARIES

Por Alvaro Luiz Matos

20 de janeiro de 2013

Por: Fabiano Vegaas @FabianoVegaas

SPOILERS ABAIXO:
Doce, assim defino esse piloto de The Carrie Diaries. Tenho que dizer que não dava nada por essa série, principalmente por ser fã de Sex and the City. Decidi assistir apenas por assistir, mas então me surpreendi.

Primeiramente algo que me incomodou muito quando a CW deu o sinal verde para que a série fosse produzida foi à escolha da atriz que interpretaria a marcante Carrie Bradshaw. Não conhecia muito bem a Anna Sophia Robb, cheguei a imaginar que ela aparentava ter muito mais idade do que a personagem exigia, mas constatei que não, ela realmente exala adolescência.

Logo me encantei com a garota. Impossível falar das aventuras da Carrie e não fazer comparações entre a série original. Mas que a verdade seja dita, a CW conseguiu nos apresentar um piloto muito bom, e por sinal criar um verdadeiro reflexo da Carrie Bradshaw adulta.

The Carrie Diaries nos mostra a vida de uma típica adolescente de uma cidade pacata que sonha em conhecer as grandes cidades e viver suas aventuras. SONHAR, realmente essa é a nossa Carrie.

A série faz muitas referências a Sex and the City, bem como a narração feita pela personagem, o jeito de ser da garota nos lembra o da Carrie adulta e até o jeito como ela senta para escrever, bem como o local escolhido.

A personagem que nos foi apresentada acabou de perder a mãe, é forte e ao mesmo tempo é delicada, tem uma irmã pré-adolescente revoltada com as situações da vida e um pai amoroso. Está passando pelos típicos dramas adolescentes: Primeiro beijo, ensino médio, virgindade etc. Não é a garota mais popular do colégio, mas atraiu a atenção do garoto mais cobiçado até então. Alguém quer algo mais clichê que isso? Mesmo na adolescência nossa pequena Carrie já era uma boa ouvinte e compartilhava dos segredos com suas amigas. E os gays? A os gays, eles já a rodeavam.

A série não tem elementos ousados como a série produzida pela HBO, e nem podia, já que é algo mais adolescente, porém, não menos gostoso de assistir.

A trilha sonora é esplêndida. Não sei se sou só eu, mas adoro músicas dos anos 80. A referência às mudanças que a década provocou no cenário pop também foram grandes, portanto Madonna não poderia faltar.

Os personagens são bem construídos e convincentes, não posso reclamar de nenhum. Neste piloto Freema Agyeman apareceu como editora de estilo de uma famosa revista e, foi com ela que a Carrie se aventurou em um roubo de roupa e em casa noturna. A adrenalina do novo encanta a garota e é exatamente por isso que a Carrie tem tanta cede de descobertas.

Espero que Freema apareça novamente, pois seria um desperdício essa personagem não ser aproveitado.

Carrie Bradshaw sempre me surpreende. Não imaginava que sua inspiração era sua mãe que escrevia para o jornal da cidade e morreu tão jovem com um câncer. Sem menos esperar os diários que em outrora era de sua mãe se tornaram da Carrie, e desde então a vontade de escrever surgiu na garota.
Este foi um dos pilotos mais gostosos que assisti nos últimos tempos, gostei muito. Se você gosta de uma série mais adolescente com certeza recomendo assistir.

Obs.:1: Temos o prazer de informar que reativamos nossa página no Facebook. Curtam e compartilhem (Link: SériesEmFoco)

Twitter @SeriesEmFocoWebRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Facebook: SériesEmFoco
Compartilhe, comente e faça parte do Séries Em Foco

Veja a promo da série:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
0 Comentário(s)