SUITS – S02E11: BLIND-SIDED

Por Alvaro Luiz Matos

23 de janeiro de 2013

Por: AlvaroLuizMatos - @AlvaroLuizMatos
SPOILERS ABAIXO:
Finalmente consegui parar pra ver o retorno da temporada de Suits. Estava com o episódio há alguns dias no computador, porem esses últimos dias foram bem corridos e queria dar a Suits uma tranquilidade maior para que eu possa analisa-la com calma. Vamos lá?

Vale lembrar que essa é minha primeira review sobre Suits, já escrevi sobre ela, mas não em uma review completa. Então caso tenham dicas favor deixar seus comentários.

Faz tanto tempo que o último episódio de Suits foi ao ar que mal me lembrava da encrenca que Michael se meteu. Quero deixar claro que sou do time da Rachel e acho esse um casal perfeito, mas ele insiste em fazer merda. Está bem, sei que ele estava abalado com a morte de sua avó, mas faltava isso aqui para ele e Rachel da certo e ele prefere se aventurar? Fazer o que, nos resta torcer pra que ele de a volta por cima. Rachel por sua vez tem toda, MAS TODA, razão de se sentir traída.

Pra ser bem sincero senti tanta falta do caso da semana em Suits que vibrei quando percebi que o retorno dos daria mais um caso interessante para assistir. Todos os últimos episódios foram tão corridos que para criar uma atmosfera igual à série terá que desenvolve-lo com calma e inteligência.

E logo no início do caso, que trata de um atropelamento (com morte) seguido de fuga, vimos um Michael mais agressivo e contundente. Isso se deve a todos os acontecimentos da vida do garoto, que vai desde a perda da sua namorada (ainda no início da temporada), até a perda de sua vó (assim como todos os acontecimentos envolvendo Rachel).

Enfim, claro que o primeiro caso do retorno da temporada não seria assim tão simples. Suits utilizou toda magoa causada pela morte de seus pais (somada a recente morte de sua avó) para desenvolver um caso que o atingisse emocionalmente. Até entendo todos os atos puritanos de Michael, mas acho que muito se passou desde o acontecido e tal atitude o revela ainda com certa imaturidade.

Paralelo a isso vimos Louis pronto para conseguir seu primeiro associado e mesmo sem saber coloca a presença de Michael em risco. A garota realmente parece boa e um embate mais próximo contra Michael seria interessantíssimo, porem acho que a série deveria se focar agora em um arco um pouco diferente, algo que possa unir todos dentro da empresa e criar um grande caso para ser disputado entre eles e uma empresa concorrente.

Isso aliviaria um pouco a trama e daria a série alguns instantes para respirar (internamente), já que mesmo interessante é muito ruim ficarmos focados somente na exposição que Michael sofre sendo um falso advogado.

Claro que pelo visto o roteiro não pensa em aliviar a tensão e já criou muita bagunça pra ser limpa. Michael pra variar é o motivo e deve começar a se desdobrar para não ferrar com tudo (de novo).

Obs.:1: Rachel dando um sermão no Michael foi impagável.

Obs.:2: Ou estou um tanto perdido ou alguém se lembra dessa Sheila que estava com Louis?

Obs.:3: Eu tenho que parar de sentir dó de pessoas com sentimentos feridos. No início da Rachel e no final da Tess.

Obs.:1: Temos o prazer de informar que reativamos nossa página no Facebook. Curtam e compartilhem (Link: SériesEmFoco)

Twitter @SeriesEmFocoWebRelated Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Facebook: SériesEmFoco
Compartilhe, comente e faça parte do Séries Em Foco

Veja a promo do próximo episódio:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
4 Comentário(s)