DEXTER – S07E11: DO YOU SEE WHAT I SEE?

Por Alvaro Luiz Matos

11 de dezembro de 2012

Por: AlvaroLuizMatos - @AlvaroLuizMatos

SPOILERS ABAIXO:
“Eu deveria saber que não se deve contar com o futuro. Só se pode acreditar no agora. Nesse momento. Porque em um piscar de olhos tudo pode mudar.”. 

Primeiramente gostaria de comentar a tentativa de Hannah em se acertar com Deb para que Dexter possa ser feliz. Deb tem certo senso de justiça que impede com que ela aceite uma criminosa perto de seu irmão, mas tem um senso totalmente diferente quando aceita que tem um irmão que também é um Serial Killer.

Esses dois sentimentos conflitantes tem origem no seu amor por Dex. O fato de aceitar ou não uma atitude depende do grau de proteção que ela quer empregar ao seu irmão. Sendo assim ela aceita que ele seja quem é e ainda tenta o ajudar a encobrir rastros, mas não aceite que ele namore alguém que ela julga perigosa.

Imaginei que os calmantes que vinham aparecendo constantemente junto a Deb iam acabar tendo uma importância maior do que o comum. As suspeitas sobre Hannah foram praticamente instantâneas, até porque todos nós lembramos que a morte de Price deveria ter acontecido pela estrada e não na casa de Dexter.

As cenas que seguiram a de Deb no hospital foram a de uma Hannah apaixonada, uma Hannah meiga e que compartilha dos segredos e desejos de Dex. É difícil imaginar que ela faria tal coisa, e ainda mais difícil aceitar já que a personagem é cativante e envolvente. Ele até chegou a acusa-la, mas se rendeu de início, ao encanto e a forma convincente com que Hannah negou.

O mais emocionante da cena é ver um relacionamento e como a série aborda um amor sincero e aberto como esse. Podemos até comparar os relacionamentos anteriores de Dex, porem nada se chegou próximo ao que eles vivem hoje. Também me surpreendi com a forma que o roteiro abordou esse drama, já que não tivemos durante todos esses anos cenas tão focadas em relacionamentos.

Ainda não acredito que Dexter entregou sua namorada. O fato de ele ter guardado a caneta mostra que ele nunca havia confiado nela, ou tinha medo de confiar. Ainda acho que está rolando uma injustiça ai, mas enfim, foi a melhor parte do episódio.

Enfim, Dexter resolveu passar o natal atrás do último assassino vivo de sua mãe. Sou só eu ou alguém mais ai achou uma ideia um pouco burra? Ele está cheio de problemas e não imaginou que mais um sumiço de alguém tão ligado a sua história poderia ser notado? Posso estar enganado e mais pra frente o roteiro venha a me corrigir, mas acredito que os roteiristas erram em fazer com que Dexter tome uma atitude tão imatura (e o seu pai não vai dizer nada? Estava na hora de aparecer e dizer que era uma má ideia).

Realmente parece que foi apenas o Dexter que caiu nessa cilada, pois desde o primeiro instante que vi o cara saindo da cadeia eu imaginei que LaGuerta estava por traz disso. Claro que o fato de isso tudo parecer um pouco previsível não fez com que a cena tenha sido menos impressionante.

Obviamente agora LaGuerta tem certeza que o BHB está vivo e que provavelmente se trata de Dexter.

Obs.:1: Pelo visto Batista deverá mesmo sair da polícia de Miami

Obs.:2: Fiquei morrendo de dó quando Dex acusou Hannah. Além de ser uma cena importante para o rumo da história foi também uma cena com qualidade interpretativa, já que ambos são belíssimos atores.

Obs.:3: Alem de não matar o assassino de sua mãe, Dexter ainda o deixou fugir. Ts Ts.

Obs.:4: Vocês acham que foi mesmo Hannah que fez isso com Deb? Fiquei imaginando se Deb não faria isso apenas para separar o casal. Vale apena refletir, afinal ela é tão inteligente quanto seu irmão. (Deixem suas opiniões)


Compartilhe, comente e faça parte do Séries Em Foco

Veja a promo da SEASON FINALE de DEXTER:
Comentário(s)
2 Comentário(s)