THE VOICE BRASIL - S01E09: SEMI-FINAIS - Parte 2

Por Alvaro Luiz Matos

18 de novembro de 2012

AlvaroLuizMatos - @AlvaroLuizMatos

No dia em que até o encontro de Claudia Leitte e Ivete Sangalo decepcionou não seria surpresa se eu dissesse que nem gostei muito do programa desse final de semana.

A principal característica de Daniel é o romantismo e Alexandre Pires também é um cantor romântico, resultado? Uma musica romântica abrindo o episódio dessa semana e uma bela interpretação de ambos.

Cláudia Leitte é da Bahia, é famosa principalmente pelas suas musicas agitadas e dançantes (digo principalmente, pois ela também canta musicas mais românticas) e Ivete Sangalo fez sucesso na maioria das vezes também com musicas agitadas, resultado? Uma musica que não sei bem definir, mas senti que faltou emoção.

Calma, eu explico. Se a Globo vendeu tanto que seria o primeiro encontro das duas na TV Brasileira e que isso era épico porque não agir de forma leve e animada ao invés de uma musica um tanto quanto amena?

É minha opinião, sei que muitos devam discordar, mas vamos aos Shows (Ou quase isso).

Team Milk:

Ana Rafaela:
A escolha por uma musica internacional mostra que ela deve estar seguindo concelhos de Claudia Leitte, e mesmo que ela tenha ido bem com a música eu senti falta da delicadeza de se cantar Vanessa da Mata na audição, ou então uma musica mais Teen como foi feito na batalha. Já vou até dizer aqui, mas se alguém não percebeu o Lulu Santos deu uma dica durante o programa quando cita o fato de se valorizar a musica nacional. Ou seja, toda vez que verem uma musica internacional aqui já fiquem ligados porque não vou morrer de elogios.

Nayra Costa:
Nesse início de episódio eu já estava pensando comigo: “Se aquela japinha cantar música nacional vou votar nela”. Nayra também escolheu uma musica pesada e famosa, algo digno de musicais internacionais e de filmes consagrados, foi bem, admito, mostrou presença. Porem não acredito que alguém assim ganhe o programa, grave um CD e faça sucesso no Brasil cantando em inglês.

Sandra Honda:
De repente escuto Raul e então pensei: “Pronto, vou votar nela”. De repente uma gritaria pra cá, outra pra lá, umas desafinadas e MEU DEUS, vou mesmo ficar votando na Ana Rafaela, porque não deu aqui não.

Resultado:
Mais do que justo, Sandra não teria outro destino, sem ser sair do programa, depois de matar Raul de overdose, uma overdose de vergonha alheia.

Team Daniel:

Fernando Cruz:
A simplicidade traiu Fernando, não porque ele não tenha ido bem, porem não fez nada mais do que a métrica da música lhe pedia. Por sinal que saudade dessa musica, lindaaaa de verdade, não emocionou, mas deu saudades.

Pedro Eduardo:
Nesse momento eu pensei: “Ele vai passar porque não tem tanta concorrência nesse trio, mas no mercado sertanejo? Ali ele vai ralar” Pedro é ótimo cantor, cresceu bem, vem mostrando controle de sua voz e das notas pelas quais se arriscou a mandar. Mas deixo dito, TENHO CERTEZA que o THE VOICE não quer um cantor sertanejo ganhando o programa e que ele não irá tão longe.

Carol Marques:
Ainda não entendo como ela canta com aquela língua presa, ela é diva e canta músicas de divas, mas nasceu no país errado. Mereceu ficar, ela é muito boa, mas o que disse lá em cima também se aplica a ela enquanto estiver cantando musicas internacionais.

Resultado:
Fernando saiu por ser simples demais enquanto Carol e Pedro mostraram um arsenal vocal melhor.

Team Brown:

Quesia Luz:
Ela acertou em várias coisas em sua apresentação, primeiro no cabelo, depois na roupa e ainda na escolha da música (se quer cantar músicas internacionais que cante aquela que tem a ver com o que você é).

Essa tinha a cara dela.

Rafah
Esperei demais para ver a sua apresentação, ele foi muito bem durante a audição e muito mal na batalha, estive em dúvida sobre seu talento e agora está tudo claro em minha mente. Nunca conheci alguém que canta com tanta paixão, com tanto amor assim, o cara leva emoção aonde quer que vá porque canta o que ama, porque ama cantar. Enquanto isso tudo superar a sua limitação vocal ele se sairá muito bem.

Dani Moutori:
O musiquinha de quem está na falta hein? Desculpe-me o modo de falar, mas como assim “Eu quero um homem de cor, um deus negro do Congo ou daqui que se integre no meu sangue europeu”. Enfim, independente da musica eu não vi nada demais, canta muito como muitas pessoas, mas temos concorrentes melhores.

Resultado:
Rafah fez por merecer, foi linda a sua apresentação e Quesia foi anos Luz a frente de Dani, hsuahsua.

Team Lulu:

Gabriel Levan:
Na hora que escutei a introdução de Garota Nacional eu me empolguei, na hora que ele começou a exagerar eu me impressionei com o como ele acabou com a música. Talvez ele não tenha escutado o que a Preta disse sobre GRITAR.

Em minha opinião ele está indo a diante porque sua concorrente não apresentou nada demais e Lulu deve achar que dá para fazê-lo parar de gritar.

Greicy Schwendner:
Quando ela começou a cantar eu fiquei rezando para que fosse bem e tirasse logo Gabriel do programa, afinal ele estragou uma música da qual sou fã. Ela não facilitou minha vida e acabou por facilitar a de Gabriel.

Maria Chrstina:
AGORA SIM, venho dizendo que ela é minha favorita e que sua versão de Carnavália foi APAIXONANTE. Ela tem uma voz limpa e muito controle sobre o que faz, Kris sabe dar show, sabe colocar a plateia para pular e em minha opinião tem o melhor gosto musical do programa. Ela estava bem atrás no termômetro antes de iniciar o programa e como disse o Tiago, deu a volta e virou o jogo.

Sejamos sinceros, quem ai não á viu dando um show cantando Cazuza, sendo original e ao mesmo tempo fiel a poesia da canção (olha que acho que ela errou no final da música). Eu estive em duvidas sim, tenho outras concorrentes da qual também torço, mas ela veio se colocar novamente a frente de tudo isso.

Resultado:
Maria foi muito bem durante a votação e virou o jogo (acredito eu que tenha virado após sua apresentação), e como já disse acima, Gabriel só ficou porque Greicy não fez uma boa apresentação.

Compartilhe, comente e faça parte do Séries Em Foco


Comentário(s)
0 Comentário(s)