DEXTER - S07E07: CHEMISTRY

Por Alvaro Luiz Matos

15 de novembro de 2012

Por: AlvaroLuizMatos - @AlvaroLuizMatos

SPOILERS ABAIXO:
“Hannah não é atraída pela escuridão como a Lila, nem cega como a Rita. Não precisa da escuridão como Lumen, ela aceita os meus dois lados. O Dexter completo. Por que estou me afastando disso? Porque quando dois elementos químicos se misturam eles explodem.” 

O que dizer desse romantismo todo? Por mais que sintamos saudades de Rita, que morreu sem se confrontar com o verdadeiro Dexter, ou de Lumen, que foi embora por ter se livrado de sua escuridão, ou até mesmo de Lila, que foi a primeira a despertar em Dexter desejos carnais, sabemos que Hannah vem se mostrando a pessoa que mais se aproximou do verdadeiro Dexter, o “Dexter completo”. Acho coerente que ele pense dessa forma, pois mesmo se pensarmos que ela é um pouco de cada já prova que ela é única.

Se pararmos pra pensar nada na vida amorosa de Dexter acabou tão bem, Lila foi responsável pela morte do Sargento Doakes, o que acabou por livrar Dexter dos holofotes na época, Rita acabou assassinada, Lumen se livrou de sua escuridão e ao mesmo tempo da dependência que tinha dele. A aproximação de Dexter e Hannah já da indícios de que tudo pode desmoronar em nome desse amor.

Dexter começa a ficar ainda mais exposto e não apenas por culpa de Hannah, Issak agora está solto e pronto para diminuir a população de Miami com a morte de Dexter. Por falar em Issak, aquela cena dos dois conversando foi muito boa, o roteiro vem sendo bem trabalhado, vem absorvendo cada detalhe de conversação, cada expressão dos ótimos atores que vem sendo escalado e principalmente vem rendendo boas frases: “Temos um desenho aqui nos EUA no qual um coiote persegue um papa-léguas. Ele é obcecado nisso. Ele cai o tempo todo de penhascos”. (se era uma piada eu não sei, mas dei altas gargalhadas com isso).

Enfim, melhor voltarmos a falar de Hannah, pois foi a sua volta que boa parte do episódio girou. Eu com certeza imaginei que ela envenenaria Price de alguma forma, até mesmo desconfiei da choradeira e do momento em que ele pega os lenços de papéis, mas acabei reconsiderando e deixando pra lá. De repente estamos vendo Dexter desafiando nosso escritor e o incriminando quando tal cai duro e acerta a cabeça na mesa.

Hannah ao envenena-lo não contava com que Price estivesse na casa de Dexter, nem ao menos que ele vinha “namorando” Deb. Por falar dela, acreditem ou não, mas fiquei morrendo de dó na hora que ela entra pela porta e vê Price morto, perdi a conta de quantas vezes um namoro dela deu errado.

O mais irônico é ver que Deb finalmente percebeu que Dexter representa certo tipo de justiça bem no momento que a criminosa é a namorada de seu irmão, o telefonema pedindo-o que mate Hannah acaba por ser a melhor cena do episódio e abri em Dexter um conflito interno muito grande. Vale também cita que La Guerta começa a ter suas primeiras suspeitas sobre Dexter, e que aquele cerco que vinha o fechando parece cada dia mais estreito.

Por fim volto a repetir que não vejo uma temporada assim tão gostosa de assistir a muito tempo, tudo convergi para um seriado de qualidade com conteúdo e contexto. As correlações e menções a todas as outras temporadas faz com que sintamos que a série vem conseguindo fechar as pontas soltas durante o tempo. Acredito também que seria de muita valia deixar parte desses arcos para uma temporada seguinte (e ultima), sem que haja a necessidade de enrolar nada, já que está tudo fluindo muito bem.

Obs.:1: Quinn é burro mesmo, acredito que os produtores juntaram a vontade de limpar o elenco com a necessidade de um arco para tirar Issak da cadeia e o usaram para isso.


Compartilhe, comente e faça parte do Séries Em Foco

Veja a promo do próximo episódio de DEXTER:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Comentário(s)
0 Comentário(s)