OPINIÃO – GRIMM - 2ª TEMPORADA

Por Alvaro Luiz Matos

30 de agosto de 2012

Por: AlvaroLuizMatos 
Spoilers Abaixo
Devo admitir que Grimm não foi uma série da qual acompanhei fielmente, não por não ser uma série interessante, mas sabia das suas limitações financeiras e consequentemente técnicas.

Assisti os primeiros episódios de Grimm na Fall Season 2011 e pela agenda curta de quem trabalha e estuda acabei deixando passar e fui ver séries que considero as minhas favoritas como Dexter, Chuck (Ultima temporada), How I Met Your Mother e outras. Já as séries que gosto em uma segunda esfera deixei para recuperar durante o tempo de vacas magras (Summer Season) como Homeland, The Walking Dead e outras, mas não me recordei de Grimm e não assisti o restante da temporada.

Pois bem, Grimm foi umas das primeiras séries a voltar para essa temporada e então resolvi assistir aquele primeiro episódio dividido em dois, primeiro que encontrei uma série amadurecida, que provavelmente desenvolveu durante a primeira temporada seus personagens de forma interessante e inteligente. Dou-me de encontro com a mãe de Nick esbanjando prepotência com a autoridade de ser um Grimm e alguns outros personagens do qual não conhecia por não ter acompanhado a primeira temporada por inteiro.

Estava aqui, assistindo ao terceiro episódio preparado para que a euforia fosse contida, mas me surpreendi de forma positiva, à série parece mesmo ter acertado a mão e isso logo se percebe na melhora dos efeitos especiais e até na pequena abertura que foi data a série.

Pontos como esse faz com que se perceba que o próprio canal, NBC, vem acreditando mais no potencial dela e passou a aumentar os investimentos, o que nos renderá daqui pra frente uma melhora ainda maior da parte técnica da série dando assim um respaldo maior para uma série que traz a interessantíssima história dos Grimms.

Obs.:1: Morroe continua o cara mais engraçado da série.

Obs.:2: Curti muito o parceiro de Nikki finalmente saber sobre ele, trará mais um aliado a frente da série.

Comentário(s)
0 Comentário(s)